Rolando & Trollando

A sorte está lançada…

Jogadores

Um mestre não vive sem seus jogadores,

é inteiramente dependente deles para qualquer ação que tome.

Isso é uma das muitas coisas que um mestre deve manter em mente na hora de montar suas aventuras e mestrar. Saber lidar com os vários tipos de jogadores e ser imparcial é um dos maiores obstáculos encontrados por qualquer mestre. Além de aguentar oldfags-trolls e newfags ainda tem que lembrar as defesas dos monstros, CD para abrir portas, quebrar baús…e como mestre, apresentarei nosso pequeno grupo.

 

“TIREI 20! TIREI 20! NA SUA CARA, MESTRE! 20! 20! 20! SOU FODA.”

Começando por Bruno, nosso querido troll. Bruno é uma pessoa alegre, alegre demais, mas não imagino uma sessão sem seus comentários trolls. Ele pode ser considerado nosso animador de torcida. Por jogar a maioria das vezes como um bom striker, ainda não se acostumou a errar e causar pouco dano. Muitas vezes suas fichas estão cheias de erros e sempre, digo SEMPRE, amassadas. Na hora do jogo, busca modificadores nos confins da ficha. Nunca esqueceremos de seu personagem clássico: Link Moonhide,  o brilhante. O CARA BRILHAVA. Crepúsculo na veia. Cantava todas as garotas, principalmente as do grupo!

“Não, não quero usar o poder diário agora, e se precisar depois?”³

Contradizendo muitos filósofos, garotas também jogam RPG, de verdade! Uma das garotas do nosso grupo é Daniela. Ela é quem destrói nossos sonhos, pois toda vez que marcamos uma sessão ela tem algo pra fazer. Não que a culpemos. Sua principal característica: pão-dura. Só gasta poderes diários quando todo o grupo diz milhões de vezes. Muitas vezes, passa encontros sem gastar poderes por encontro. Como pessoa, é uma True Neutral, mas as vezes deseja a morte de seus companheiros trolls, e mesmo assim, quando trollando, é sempre aplaudida. Mas ela também possui algumas boas características, uma delas é que monta fichas sem erros, e as mantém em bom estado.

“Espera, ainda não acabei!”

Guilherme é um líder nato para jogar D&D, sempre mantendo a ordem na mesa, mantendo o grupo unido. Suas ações demoram no mínimo minutos, talvez por pensar demais em como usá-las ou ele é lerdo mesmo. Sempre discutindo estratégias com os outros jogadores, muitas vezes faz o que acha melhor e ignora as ideias alheias. O mais organizado do grupo (tirando o mestre perfeccionista). Sempre seremos gratos a ele por ser nosso garçom.

“Pra quê fazer testes? Vamos meter porrada neles!”

Um grupo tem sempre que ter uma pessoa como Paulo, um “acelerador”. Sempre colocando o grupo pra frente (às vezes muito pra frente), ele não é tão bruto quanto parece. Muitas vezes é ele que resolve os enigmas e bola as melhores estratégias. Também mantém suas fichas sempre amassadas, mas é o que mais conhece as regras e sua própria ficha.

“AAAAUGH, TIREI 1 DE NOVO!”

Atenção: Essa descrição não é totalmente racional. Emoções fortes detectadas.

O principio da imparcialidade é realmente meu maior obstáculo. Imagine mestrar pra um bando de marmanjo, uma garota e sua namorada. Bom é isso que acontece no nosso grupo. Tentando ao máximo me manter imparcial, vou descrever Bianca, minha namorada. Sempre preocupada com seu background, ela mantém as fichas em bom estado e corretas. Sempre que cria algum personagem, ela se engaja bastante. Jogando ela tem um azar desproporcional, “seria trágico se não fosse cômico”. Quando erra muito, fica um pouco nervosa, mas é só acertar algo que o sorriso volta a sua face. Também tem mania de sonhar acordada enquanto joga. Eu a amo.

“Eu sou do norte… não lembro meu passado… sou misterioso.”

Depois dessa descrição do passado de Hugh Yevik, seu primeiro personagem, Igor, não parou de ser alvo de trolls. O mais interessante não é a capacidade criativa desse background, mas sim o sotaque do sujeito. Apesar das trolladas, ele monta backgrounds elaborados e tem experiência em fantasia medieval. Entrou tardiamente no grupo, logo podemos nos perguntar se “ele é só um NPC ou já faz parte do grupo?”.

 

Jogadores descritos. E o que seria de mim sem meus jogadores?

Anúncios

5 Respostas para “Jogadores

  1. brunoghiraldellidallora 14/12/2010 às 23:21

    Emoções muito forte detectadas dik

  2. Gui_Gratieri 14/12/2010 às 23:22

    é….mais uma vez a sua criatividade foi posta em cheque Igor…HAUhuahUAHUhauHUAHuahUHA

  3. Bianca 14/12/2010 às 23:26

    Enquanto a Dani nao usa o poder diário, eu tiro UM no meu.

  4. Vitor ^.- 17/12/2010 às 23:01

    cade a porcaria da descriçao do MESTRE?!?!?!??!? AHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH

    baitola u.u”’

    dhsaudhsua xDD

  5. Igor 22/12/2010 às 18:53

    Cara…vcs so onegocio do Hugh a intenção era boa…mais eu não soube passar pra vcs kkkkk
    sou criativo pow, vc que me pegam em momentos “sem criativiadade” ai flo qualquer coisa….mais acaba virando alguma coisa kkkk
    Boa Mestre! kkkkkkkk
    Lucius NÃO veio do NORTE

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: